Resenha - Dançando Sobre Cacos de Vidros | Ka Hancock

"Agora sei a diferença entre tristeza e depressão. A depressão clínica não tem uma origem – simplesmente existe. A tristeza intratável não tem nada a ver com sinapses, química cerebral ou nutrientes essenciais; ela é fruto de algo. É o produto da injustiça e da impotência. Pode ser anestesiada, suponho, mas depois que o efeito da medicação passa, fica ali, inalterada, como um intruso que invadiu nossa casa e continua nela, manhã após manhã, ao acordarmos. Se pudesse escolher, eu preferiria estar deprimido. Da depressão já voltei."

Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. 

Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. 

Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. 

Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.

"Lucy me amava — mesmo com parafusos soltos, peças sobressalentes e partes danificadas. Ela amava o pacote todo — dizia que devia ser assim ou não faria sentido me amar. Jurou, faz uma eternidade, que isso era verdade e fez jus a esse juramento. Quem teria acreditado nisso?"

Bom, pra começar: aos que pensam que escritor que é escritor tem que viver, única e exclusivamente, para a escrita está enganado. A Ka Hancock é enfermeira, tem especialização em psiquiatria e longa experiência profissional com pacientes psiquiátricos e dependentes químicos. Em algum momento entre estudar, trabalhar e criar quatro filhos, conseguiu escrever seu primeiro livro. Ela mora com o marido em Salt Lake City. 

Eu criara muitas expectativas para com a obra, mas se dúvidas todas elas foram superadas. Pela escrita da Ka pude perceber o quanto ela é detalhista, mas sem se tornar massante. Desde a construção dos cenários, passando pelas características físicas do personagens até as características emocionais, todas são bastante reais, mas na medida certa, propondo ao leitor a utilização da imaginação, assim como deve ser feito em todo livro que se preze. Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

Apesar de todos os prós, o único contra que realmente me chamou a atenção foi a capa, que acaba influenciando no desfecho da estória, deixando-a um pouco mais óbvia. Fora isso, tanto a autora quanto a editora estão de parabéns, por preparem uma obra tão fantástica e com tanto cuidado aos leitores.

5 comentários:

  1. Olá, adorei sua resenha. Estou lendo esse livro e adorando, realmente é uma leitura que supera todas as expectativas!!! :D

    Abraços e boas leituras!

    http://ameninaeovento2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Pensei o mesmo que você quanto à capa ainda mais pelo fato da menininha na ilustração ser loira - o que não é verdade...

    ResponderExcluir
  3. Terminei de ler o livro agora há pouco, depois de ter passado uma semana imersa no universo de Lucy e Mickey... Encantador desde as primeiras páginas, muito bem escrito, rico em detalhes e emoções sem ser maçante... Não há palavras para descrever a emoção por trás dessas páginas, chorei diversas vezes ao longo do texto, especialmente no final... Uma lição de vida, amor e esperança para qualquer um.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Adoramos a resenha. Com toda a certeza é um livro que supera qualquer expectativa e nós choramos muito, rs! É um livro que vale muito a pena.

    http://sweetbooksbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. o livro é ótimo, mas isso sobre a capa revelar demais eu concordo também.

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?