Resenha - Cristal | Kamila Borges

O que fazer quando os ensinamentos de uma vida de repente estão colocados em prova? Ou o que você mais desejou e cobiçou lhe é proibido? Os pensamentos nunca foram tão sombrios e os dias tão tenebrosos, o corpo estava mole e a mente desprotegida, mas talvez essa não fosse a pior parte, talvez fosse a certeza de que eles não poderiam culpar á ninguém além deles mesmos.
“Os dedos ásperos e longos de Thor afastaram a franja espessa do seu rosto, exibindo com uma seriedade sua testa. Algo no gesto a aborrecera, porque o desconhecido estava ali? Tocando-a e a dizendo asneiras?  Porem Lana não se afastou, e mais tarde, descobriria que jamais seria capaz de se afastar.”

Logo no primeiro livro da Saga Preciosa conhecemos Lana, uma jovem - a princípio - como todas as outras de sua idade, só que com uma diferença: ela é adotada. Praticamente durante todas as noites a sua mente vagueia por um além que ela mesma não consegue decifrar por completo. Sonhos, ou melhor, pesadelos tomam conta da menina. Buscando uma solução ela grita, desesperadamente, pedindo socorro aos pais, que não entendem nem acreditam nela, já que se tornou uma coisa normal, já que acontece após dia. Na verdade, acredito que eles pensam que ela está enlouquecendo ou fazendo tudo aqui só para aparecer. 


Conforme a frequência dos surtos durante a noite foram aumentando, seus pais decidiram coloca-la em um internato - que mais parecia um presídio, ou até mesmo um hospício. Aquele lugar não a agradava nem de longe. Aos poucos foi conhecendo outras pessoas, amizades... e um garoto maravilhosamente misterioso.

Apesar do seu professor, Tarcísio, deixar claro para Lana que Caio, seu novo amigo, e Thor - seu pretendente - não eram boas companhias, ela insiste na amizade. Seu professor até sugere para que ela retorne à casa, o que não adiantaria muito a essa altura. Chega a certo momento em que Lana se vê dividida entre Caio e Thor. Ambos misteriosamente lindos e cheios de amor para dar. E agora? 

Envolto a inúmeros mistérios que nos deixam com borboletas no estômago, esta foi uma das obras nacionais que mais me surpreendeu neste ano. Sem dúvidas a Kamila soube como usar todas as cartas que tinha em mãos: excelente escrita, construção dos personagens com fortes personalidades, cenários entre outros. Uma obra que tem tudo para se tornar um sucesso.

Sobre a Autora
18 primaveras de vida, vários livros lidos e muitas estórias inventadas mas nunca escritas. Decidi escrever desde o dia em que tomei consciência das vogais e consoantes, e quando soube o alfabeto inteiro? Imagine a festa... mas até então, embora amasse fantasiar, escritor era uma profissão muito distante e ilusória, destinada á pessoas cultas e inteligentes. Mas felizmente, aos 15, descobri que não havia ferramenta melhor que os livros para lhe render a cultura e inteligência necessária, e para fantasiar então, não era preciso mais do que um cantinho resoluto... e catapum! Nascia Kamila Borges, a ratinha de biblioteca com a cabeça na lua e as palavras no coração.

Um comentário:

  1. Parabéns a você querida blogueira, pelo seu dia,20 de março. Parabéns por continuar com suas belas postagens, mantendo vivo este espaço, mesmo em momentos como este em que as redes sociais tem tentado ofuscar esse brilho ... Blog é cultura é arte, é poesia, é nótícia, é entretenimento e é um espaço de grandes aprendizagens e trocas de experiências...
    Obrigada por fazer parte, por compartilhar comigo com o meu trabalho nos meus blogs, seja sempre bem vinda, sua participação é muito importante.
    Parabéns!!!
    Profª Lourdes Duarte

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?