Santa Polêmica: Silas Malafaia x Jean Wyllys. E a Bíblia, onde fica?

Livro sagrado


Na internet e em todas as mídias não se fala de outro assunto a não ser a briga entre cristãos (Silas Malafaia) e homossexuais (Jean Wyllys). Cada hora é um lado que ataca o outro. Mas, eu aqui não pretendo entrar nessa discussão, nem manifestar mais uma pobre opinião no meio de tantas certezas. O que realmente me impressiona nessa história toda é a intolerância de ambos os lados. E, principalmente, o que me preocupa são todas as possíveis interpretações que as pessoas podem fazer da Bíblia sem nunca terem lido, apenas com base no que tem sido falado.

A Bíblia, como qualquer outro livro (e principalmente se for escrito por muitas mãos) é passível de diferentes interpretações e entendimentos. Muita linguagem figurada, o complicado processo de tradução e outros fatores tornam este, um livro um tanto complexo. Foi por isso que os responsáveis pela Reforma Protestante decidiram que cada fiel deveria não apenas ouvir a interpretação que os padres faziam do livro sagrado, mas que cada qual tivesse seu próprio exemplar e tirasse suas próprias conclusões. Para que isso fosse possível, grande parte da população analfabeta da Europa, pode finalmente ser alfabetizada. 

Voltando aos tempos atuais, de discussões fervorosas e cheias de razão, acredito que o mais prejudicado nessa briga toda tem sido a Bíblia. Até quem nunca leu se acha no direito de criticá-la com base no que 'fulano falou'. Mas, já que somos racionais, alfabetizados e inteligentes, que tal se nos mirássemos no exemplo dos reformistas do século XVI e decidíssemos, nós mesmos, tirar as nossas próprias conclusões? Assim como lemos um livro que foi aclamado ou criticado pelos meios de comunicação, talvez devêssemos, nesse momento, ver o que realmente esse livro tem a dizer, para podermos entender o que se fala por ai sem julgarmos aquilo que não conhecemos. 

Digo isso porque, para mim, a Bíblia sempre falou de amor, aceitação, humildade, respeito e tolerância, nunca o contrário. Em nenhum momento, de tantas leituras que já fiz dos vários livros da Bíblia, me foi ensinado a não aceitar ou não tolerar as pessoas, aprendi exatamente o oposto disso, que o livre arbítrio é um direito divino. A Bíblia é conhecida como livro sagrado porque conta histórias de sofrimento, dor, injustiças, rejeição e, com isso, nos ensina a amar a Deus e ao próximo, independente das diferenças e de qualquer escolha que meu semelhante venha a fazer. 

E, vale sempre lembrar, em qualquer circunstância em que houver polêmica a palavra sagrada é RESPEITO.

7 comentários:

  1. acho que voce tem razão, em parte, omissa em outrose equivocada em outras.
    está certa ao afirmar esta guerra de 2 lados que se lfinetam ferrenhamente. entretanto, há outras questões. o PT ardilosamente abriu mão da comissão de D. hum.
    eles tirar o foco deoutra questão maior, o mensalão, sabendo que o psc é um partido que apoia a familia.
    assim sendo, haveria confronto entre estas chamadas "minorias", e os evangélicos. motivo: desviar a atenção do povo sobre a escandalosa nomeação de 2 petistas, julgados e condenados no caso mensalão, para a comissão de constituição e justiça. enquanto evangélicos e gays se digladiam, ninguém consegue perceber esta manobra criminosa do pt.. Daqui a pouco, nomeiam o ze dirceu. Outra questão: a bíblia NÃO É passivel de diversas interpretações. ela tem uma interpretação literal, e este discurso só se presta a dar descrédito a ela, para que (aqueles que o faz) se sentir justificado em seua atos que muitas vezes são contrários ao ensinamento de Jesus. Outra informação.. a reforma protestante deu inicio com martinho lutero, que ao perceber que o vaticano havia publicado bulas papais vendendo lugar no céu em troca de dinheiro, se rebelou contra a igreja de então. indo até o concílio, queimou uma cópia da referida bula, dizendo com isto que a bíblia nunca afirmara que existe forma de se chegar a Deus, senão por meio e intervenção de Jesus Cristo. neste caso, meu conselho é voce se informar, para não passar informação errada aos seus seguidores, a menos que seja este seu ideal.a reforma se deu por descobrir que a igreja estava usando de meios heréticos para arrecadar dinheiro do povo, e foram muitos que pagaram, e provavelmente nunca chegaram até Deus, pois 'esta" bibia diz que os idolatras não herdarão o reino de Deus.
    a mesma biblia que diz isto, diz também que o inferno existe para aqueles que não aceitam este Jesus. Deus nos deu livre arbítrio, porque Ele é justo. ele nos deu arbítrio, mas também deu mandamentos e ensinos. nos podemos segui-lo ou não, mas a consequencia de não segui-lo é a condenãção eterna. Deus ama a todos, mas criou o inferno para aqueles que não o quiserem.
    fato acertado por voce é que Deus não faz acepção de pessoas. Jesus disse: quem vier a mim, de maneira nenhuma lançarei fora. disse também: Venha como está. dise ainda: eu vim para curar os doentes (fazendo uma aluzão ao fato de que só procuramos médicos se estivermos doentes), e sem jesus, somos doentes.. não faça interpretação leviana.
    Acerca do que a biblia diz sobre homossexualidade, vou encurtar o caminho para voce:
    "nenhum homem deverá ter relações com outro home;Deus detesta isto.. ninguem, homem ou mulher tenha relação com animais; isso é imoralidade (levítico 18/ 22 e 230.
    "como não querem saber do verdadeiro conhecimento a respeito de Deus, ele entregou os seres humanos aos seus maus pensamentos, de mode que eles fezem o que não devem... Eles sabem que o mandamento de deus diz que aqueles que fazem essas coias merecem a morte, mas mesmo assimcontinuam a feze-la, e ainda pior, aprovam os que fazem as mesmas coisasa que eles fazem. (romanos 1 todo o capitulo deve ser lido)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço toda a bíblia, Reginaldo! Da mesma forma conheço as diversas interpretações das diversas doutrinas. Tenho a minha verdade, assim como vc tem a sua e tantas outras pessoas têm as delas. Eu não falaria da bíblia se não a conhecesse bem. Assim como a bíblia condena o homossexualismo, condena também muitos outros pecados que todos nós cometemos. Estou aqui falando de respeito e de divergência de opiniões. E fiz nesse texto o que de fato me propus a fazer: falar de amor, respeito e dos benefícios que a leitura da Bíblia pode trazer para a vida de quem lê. Não pretendo julgar ninguém, nem tomar nenhuma posição porque este não era o objetivo do artigo. Abraços!

      Excluir
  2. E sim, conheço bem Martinho Lutero, mas prefiro não criticar as ações da Igreja Católica porque, como disse, meu objetivo era exatamente o de não ofender, atingir ou criticar nenhuma das partes citadas.

    ResponderExcluir
  3. Essa é uma polêmica em que cada um tem suas conclusões e suas opiniões como você disse não basta eu ficar falando aqui o que eu acho porque muitas pessoas vão dizer o contrário, por isso que é melhor ler pra depois julgar né?

    Beijos.
    Guilherme - http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Guilherme! O importante é a gente ter opinião formada e mesmo assim conseguir respeitar a opinião do outro. É aí que está a riqueza da humanidade!
      Abs!

      Excluir
  4. Para mim todo fundamentalismo é burro e cego! E o que vemos nessa briga é isso: muita intolerância, oriunda de fundamentalismo de todas as partes!
    Concordo com você sim, quando diz que devemos nós mesmos buscar o conhecimento dos casos na fonte (no caso a Bíblia)
    O meu avô era pastor batista e mesmo assim sempre ensinou a minha mãe que não aceitasse tudo aquilo que saia de sua boca como verdade absoluta. Que ouvisse com respeito e reverência e fosse à Bíblia conferir se o seu discurso estava de acordo com o que lá está escrito. E essa lição tomo para mim!

    Oseias 4.6 "porque o meu povo se perde por falta de conhecimento;..."

    Bom texto! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente no que eu acredito, Cristiane! A fonte de toda tolerância e respeito está no conhecimento, tanto da Bíblia quanto da complexidade e diversidade humana. Ainda acredito que é possível ser firme nos próprios propósitos sem agredir nem insultar ninguém. Vejo que seu avô deixou um grande legado!
      Abs e obrigada!

      Excluir

O que você achou da postagem?