Resenha - Garota Tempestade | Nicole Peeler

Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal. Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana. 

Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” - um vampiro poderoso, deslumbrante e hum, ai... muito SEXY. 

Nesse mundo, onde há um goblin advogado, um  respírito de árvore maquiador, um súcubo dona de boutique, elfos diabólicos, homens inflamáveis, seres híbridos que se transformam em animais selvagens, nada é presumível. Que dirá um romance ao molho pardo. Mas atenção, nunca, nunca mesmo, esfregue a lâmpada do gênio. Entretanto, alguém está matando meio-humanos como Jane. 

A pergunta que não quer calar é: os assassinatos são fruto de uma mente doentia ou há um plano macabro para exterminá-los? 

Se você é fã de Sookie Stackhouse, meio-humanos, vampiros sedutores e criaturas sobrenaturais, então se prepare para mergulhar de cabeça nessa deliciosa série de urban fantasy.

"E se nadar em condições normais era uma atividade terapêutica, nadar durante uma tempestade era muito melhor do que Prozac. Talvez porque minha mãe houvesse aparecido e desaparecido durante tempestades eu fosse tão obcecada por elas. Mas a verdade era que eu me sentia muito mais feliz quando o mar estava agitado, impetuoso e bravio, e eu ficava rolando em suas águas, tão impotente e assustada quanto uma das heroínas dos romances de Linda, quando confrontada com o aventureiro charlatão."

Esse livro segue o gênero Urban Fantasy (um sub-gênero da fantasia definido pelo lugar, a narrativa fantástica em um ambiente urbano), sem dúvidas todos os leitores ávidos já leram algum título nessa linha, ou pelo menos com essa "característica". Achei que a Nicole Peeler tentou seguir um pouco vida da tão cobiçada Sook Stakhouse (assim como citado na sinopse), personagem da famosa série True Blood. Ops, por coincidência, o nome da personagem é, nada mais, nada menos que, Jane True

Esse título passa longe de ser um título indicado para crianças, muito pelo contrário - mesmo com a sua capa bonitinha,  apesar de meio emocore, meio gótica -, ao meu ver deveria ser destinado ao público 16 - 18 (no mínimo). Até porque, que pai gostaria de pegar sua jovem menininha lendo uma conversa no livro com o seguinte trecho "...gosto de você porque toca minha periquita como Jimmy Hendrix tocava guitarra."? Acredito que nenhum. Até porque, eu, enquanto mulher, não deixaria, jamais, a minha filha com menos de 18 anos ler. Então, fica a dica aos pais.

"Para de dizer ao cara que ele é lindo!, ordenou minha mente, embora minha boca continuasse a vomitar palavras constrangedoras."


Jane tem 26 anos, e desde pequena morou na Rockabill. Sempre foi a "esquisitinha" da cidade onde morava, porque seus gostos e interesses, até mesmo para se divertir eram, digamos, estranhos. Por exemplo: que garota sente prazer em nadar em um mar absurdamente congelante a noite a cerca de um dos maiores redemoinhos do país? Jane. 

Cerco dia, em uma dessas suas aventura, Jane descobre que sua mãe, que sumiu quando ela ainda era criança, não era humana. Então a partir daí, ela é obrigada a ter que se acostumar com a ideia, e conviver com muitas criaturas que sempre estiveram em sua volta, mas que ela jamais desconfiara de sua verdadeira identidade. Será que ela aceitará o fato de ser uma quase humana, e se entregar perdidamente a um vampiro sagaz? Leia O Estranho Mundo de Jane True, primeiro livro da série Garota Tempestade, e tire suas próprias conclusões. Mas, veja bem, só não pode se apaixonar!

Confira o book trailer



Sobre a Autora

Nicole D. Peeler recebeu uma licenciatura em Inglês e Literatura da Universidade de Boston, e um PhD em Inglês e Literatura da Universidade de Edimburgo, na Escócia. Ela viveu no estrangeiro, na Espanha e no Reino Unido, e nos EUA. Atualmente, ela reside fora de Pittsburgh, para ensinar em MFA de Seton Hill em Ficção Popular. Quando ela não está em sala de aula 'infectando' as mentes dos jovens com a sua loucura, ela está escrevendo fantasia urbana para Orbit Books e tendo prazer no que significa mais para ela: família, amigos, comida e viagens. Ela também é um membro orgulhoso da Liga dos relutantes Adultos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou da postagem?