Resenha - A História da SS | Nigel Cawthorne

“A melhor arma política é a arma do terror. A crueldade impõe o respeito. Os homens podem nos odiar, mas não pedimos por seu amor, apenas pelo seu medo.” (Heinrich Himmler) A Schutzstaffel ou SS, a elite brutal do Partido Nazista, foi fundada por Hitler em 1925 para ser sua guarda pessoal. Desde 1929, era lidera¬da por Heinrich Himmler, que aumentou seus números de 300 para mais de um milhão em 1945, quando a SS cresceu para ser a in¬fraestrutura da Alemanha nazista, assumindo quase todas as funções do Estado. Os membros da SS eram escolhidos não apenas pelo grau de personi¬ficação da noção de Hitler de “supremacia ariana”, mas também para consolidar a lealdade além da vida ao Führer em todos os níveis da sociedade alemã. Selecionados a dedo para administrar os campos de concentração e encabeçar o Holocausto, eles espalhavam a morte e a destruição por onde fossem. Seus crimes nunca poderão ser apagados da memória humana. Fanáticos impiedosos em uniformes pretos e botas, a SS aniquilou, torturou e escravizou milhões. Esta é a história da ascensão e da queda de uma das organizações mais vis que o mundo já conheceu.

Adolf Hitler foi o líder do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (em alemão Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, NSDAP) ou Nazista - como conhecemos no Brasil, uma abreviatura do nome em alemão (Nationalsozialistische), sendo ainda oposição aos sociais-democratas, os Sozi. Hitler se tornou chanceler e, posteriormente, ditador alemão. Era filho de um funcionário de alfândega de uma pequena cidade fronteiriça da Áustria com a Alemanha.

As suas teses racistas e anti-semitas, assim como os seus objetivos para a Alemanha ficaram patentes no seu livro de 1924, Mein Kampf (Minha luta). Documentos apresentados durante o Julgamento de Nuremberg indicam que, no período em que Adolf Hitler esteve no poder, grupos minoritários considerados indesejados - tais como Testemunhas de Jeová, eslavos, poloneses, ciganos, homossexuais, deficientes físicos e mentais, e judeus - foram perseguidos no que se tornou conhecido como Holocausto. A maioria dos historiadores admite que a maior parte dos perseguidos foi submetida a Solução Final, enquanto certos seres humanos foram usados em experimentos médicos ou militares.

Apesar da minha religião, sempre tive interesse em conhecer mais a fundo a Schutzstaffel (ou SS - a elite brutal do Partido Nazista), e nesse livro, Nigel Cawthorne explica tudo detalhadamente. Uma verdadeira obra tendo o nazismo com tema. Recomendado a todos os amantes da história.

Sobre o Autor

Nigel Cawthorne é autor de mais de 80 livros. Enquanto escrevia The Iron Cage, visitou os gulagui. Suas outras obras sobre história incluem: The Bamboo Cage, The Empress of South America, Daughter of Heaven, World at War, The Battles of World War II, Vietnam – A War Lost and Won, History’s Greatest Battles, Julius Caesar, Alexander the Great, Os Crimes de Stalin – A Trajetória Assassina do Czar Vermelho e A História da Máfia (ambos publicados em língua portuguesa pela Madras Editora). Nesta obra, ele explica que uma das características mais horripilantes da SS era o fato de, ao mesmo tempo em que a força continha seu quinhão de psicopatas, a maior parte de seus membros parecia ser de homens comuns, que em outros tempos teriam se tornado escriturários, contadores, advogados, gerentes de banco, clínicos gerais, acadêmicos ou até padres e teólogos. “Mas quando se tornaram parte de uma organização na qual as regras e restrições normais da sociedade haviam sido abandonadas, transformaram-se nas mais atrozes máquinas mortíferas que o mundo já viu. (...) Muitos deles mataram bebês e liquidaram milhões de cidadãos inocentes sem escrúpulos”, ressalta. A SS era a ala armada do Partido Nazista, e Nigel Cawthorne revela fatos impressionantes por meio desta obra. Ele faz questão de lembrar que as pessoas que entraram para a SS não eram monstros e alienígenas, mas seres humanos, não muito diferentes de cada um de nós.

Adquira já seu exemplar clicando aqui!

13 comentários:

  1. É uma história que infelizmente temos que lembrar, até mesmo para darmos valor ao avanço das mentalidades...
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
  2. Acabei d eler um livro que fala sobre a Segunda Guerra. Nunca tinha ouvido falar sobre este mas fiquei uma vontade enorme de ler! Também recomendo o livro Holocausto!!

    parabéns pelo blog e pela postagem!

    Alisson,
    http://contandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sempre leio todos os livros que encontro sobre essa época da História. Esse eu ainda não conhecia, mas já coloquei na lista. Pareceu super interessante!

    Beijo,
    http://confesionesenpalabras.blogspot.com.br/
    & http://entaoqsd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei suas resenhas, muito boas.

    beijos

    http://sparklyd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Boa noite,

    Não conhecia o livro parece interessante...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. FANTASTICO!
    é meio estranho pras pessoas quando digo que admiro Hitler, mas é fato. admoiro muito!
    Espero que em breve eu possa ler o livro, me areceu bastante interessante. hm

    bjocas
    http://muitabugiganga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Me interesso bastante por esse periodo da historia
    E já li varios temas sobre o assunto
    Mas ainda não conhecia esse

    Beijos
    Boas festas *-*
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei...sou louca pelo tema e curto mtooo ler sobre!!
    Ótima dica...
    Bjoks
    Pri

    www.epocaboutique.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro livros que envolvam essa temática! Adorei a dica. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  10. Olá!


    Parece ser um livro interessante, mas não é o tipo que eu curta :s

    Não sei, se leria!

    Ótima resenha!

    Beijos, Kamila

    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  11. Nossa, nunca tinha ouvido falar no livro, gosto muito de ler tudo sobre este assunto apesar de ser muito triste, queria que isto nunca tivesse acontecido....

    Van - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  12. Oi, vim desejar uma ótima virada de ano, cheio de luz!!!
    Que 2013 seja um ano cheio de boas surpresas.

    Abraço,
    Evelyn Oliveira

    @evelyncmo
    /cupcakerock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá :)
    Não tinha visto esse livro ainda. Não é muito meu estilo de leitura, mas enfim. Muito triste esse assunto, né? :/

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    Um ótimo 2013 :)

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?