Resenha - O Sobrevivente | Gregg Hurwitz

No parapeito de uma janela de banheiro no 11º andar do First Union Bank, Nate só tem mais um objetivo na vida: reunir a coragem necessária para saltar e acabar com os seus problemas.

De repente, ele ouve tiros dentro do banco e, ao espiar o que está acontecendo, vê uma cena terrível: criminosos mascarados disparando cruelmente em qualquer um que se coloque em seu caminho.

Enquanto sustenta o olhar de uma mulher agonizante, Nate toma uma decisão. Lançando mão de seu treinamento militar, ele consegue render e matar todo o grupo, exceto o seu líder. Antes de escapar, o homem deixa claro que ele se arrependerá de seu ato heroico.

Ele está certo. Em poucos dias, Nate é sequestrado pela máfia ucraniana e recebe uma ameaça: precisa voltar ao banco e concluir a tarefa que os bandidos não puderam cumprir. Do contrário, sua ex-mulher – pela qual ainda é apaixonado – e a filha adolescente, que não o reconhece mais como pai, serão brutalmente assassinadas.


Enquanto o tempo corre de maneira implacável e o prazo de Nate se aproxima do fim, ele luta não só para salvar as duas da morte, mas também para recuperar sua confiança e seu amor. 

"A dúvida e o medo dançavam na cabela de Nate, competindo pela atenção dele. Seria possível que não tivesse colado aquele envelope com a devida firmeza? E se o durex soltasse e o envelope escorregasse do quadro para a mesa? E se a faxineira da noite resolvesse tirar o quadro da parede para limpá-lo?"

Determinado dia Nate Overbay vê que seus problemas tomaram conta de si - sem que a filha mantivesse contato com ele e separado de sua amada esposa - sendo incapaz de dar a volta por cima e, antes que tenha que sofrer aos poucos com a doença (esclerose lateral) que acabara de descobrir que possuía, decide terminar com aquela angústia de uma vez por todas. Escolhe um banco no décimo primeiro andar, entretanto, justo no dia em que escolheu para se matar outro 'evento' já teria sido planejado: bandidos estavam invadindo o banco a tiros sem se importar com os que ali estavam.

Com a adrenalina que ia se tornando ainda mais real a cada segundo que passava, Nate decidiu pegá-los de surpresa, e fazendo 'a limpa' com a arma de fogo - sabia muito bem como usá-las, mas o que ele jamais poderia imaginar é que acabara de pôr, com esse gesto, que acabara de pôr sua família em risco.

O autor narra com extensos detalhes cada cena, gerando assim uma certa lentidão na leitura - isso faz com que a obra tenha seu lado positivo e negativo. Dentre os pontos analisados pude sentir a segurança que Hurwitz transmite em sua escrita convicta e real, fazendo com que estejamos muito próximos aos personagens. Em meio a sentimentos, surpresas e muito, mas muito suspense, o leitor será capaz deliciar com o livro e ainda pedir mais.

Sobre o Autor

Gregg Hurwitz é um escritor aclamado pela crítica e pelo New York Times. Autor de doze livros, vários deles finalistas de respeitados prêmios como o Ian Fleming Steel Dagger e o International Thriller Writers Award de melhor romance, já teve sua obra traduzida para 22 idiomas.

Trabalhou no canal ABC e escreveu roteiros para os estúdios Warner Bros., Paramount e MGM. Você está sendo vigiado, lançado pela Editora Arqueiro, teve os direitos de adaptação para o cinema vendidos aos produtores de vários filmes de James Bond.

Gregg colabora com a Marvel e a DC Comics em vários quadrinhos como Batman – O Cavaleiro das Trevas, Wolverine e Justiceiro. Atualmente mora em Los Angeles, na Califórnia.

Um comentário:

O que você achou da postagem?