Resenha - A Estrela que Nunca Vai se Apagar | Lori, Wayne, e Esther Earl

A Vida e as Palavras de Esther Grace Earl

A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar conta a história de Esther Grace Earl, diagnosticada com câncer da tireoide aos 12 anos. A obra é uma espécie de diário da jovem, com ilustrações, fotos de seu arquivo pessoal, textos publicados na internet, bate-papos com os inúmeros amigos que fez online e reproduções de cartas escritas em datas comemorativas como aniversários. A jovem perdeu a batalha contra a doença, mas deixou um legado de otimismo e celebração ao amor. Atualmente sua mãe, Lori Earl, preside a instituição sem fins lucrativos This Star Won´t Go Out (tswgo.org), que apoia pacientes e famílias que lutam contra o câncer.

"Esther is in everyone’s heart, she’s absolutely here, and will pull us all forward."
- Wayne Earl (pai de Esther), pelo site tswgo.org

É impossível falar de Esther sem se emocionar. Uma menina doce, simpática e sempre de bem com o mundo. Para ela reclamar da vida era inútil, já que tem tantas pessoas passando por problemas maiores que o seu. Certo dia, acordou cheia de sangue no tubo (de oxigênio)  por conta da troca recente, e o que ela fez? Riu. Era praticamente impossível se deparar com a Estee (como era carinhosamente chamada pelos seus pais) triste. Ela descobriu aos 12 anos de idade que tinha câncer, e faleceu aos 14. Desde pequena tinha o hábito de ler, escrever e desenhar, e então foram-se juntando diários, que acabaram contribuindo para o livro de sua vida. Vocês podem estar achando no mínimo curioso por eu estar falando dela com certa proximidade, certo? Pois então, é justamente essa a ideia que me foi passada com o livro. Durante toda a leitura da obra eu tive a sensação... como se já nos conhecêssemos antes.

"Apenas seja feliz, e, se não conseguir, faça coisas que o deixem feliz. Ou fiquei sem fazer nada com quem te faz feliz." Esther Grace Earl

Esther ficou - de fato - mundialmente conhecida a partir do livro The Fault in Our Stars (port. A Culpa é das Estrelas), escrito pelo autor - e amigo de Esther - John Green. O livro foi um sucesso de vendas em todo o mundo no ano de 2013, e terá também um filme, com estréia nos Estados Unidos marcada para o dia 6 de junho. O livro é baseado em sua história, onde ela ganhou o nome de Hazel Grace - Sim! Prevaleceu o sobrenome. Confira o link da resenha clicando aqui!

Sinopse: A Culpa é das Estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

A Estrela que Nunca Vai se Apagar é composto por 445 páginas, imagens (desenhos, fotos, emoticons e etc); por diários da jovem e de seus pais. Recados de amigos e parentes também se fazem presentes. Esther viverá para sempre em minha memória, e por mais que não esteja conosco agora, está olhando lá de cima e tentando mudar o mundo de alguma forma - o que sempre quis fazer. Uma menina abençoada.

Um comentário:

  1. Eu soube desse livro através da minha amiga, me deparei com ele na livraria mas sou do tipo que chora muito fácil e perdi recentemente parentes por causa do câncer então meio que estou me preparando antes de ler ele haha

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?