Resenha - Amar Pode Dar Certo | Roberto Shinyashiki

Por mais que a humanidade evolua, amar e ser amado continua e continuará sendo uma das maiores buscas do ser humano. No livro "Amar pode dar certo", o leitor é convidado a repensar seus relacionamentos, sua maneira de amar e suas expectativas a respeito da pessoa amada. Para o amor dar certo os autores propõe que a pessoa aprenda a amar, que nada mais é do que treinar a viver junto, treinar o diálogo sem manipulação, treinar sair para jantar, dançar, ter relações sexuais satisfatórias. Enfim, saber se divertir a dois até conseguir viver o momento em que não há mais o homem e a mulher, mas o "nós".

O intuito da obra "Amar Pode Dar Certo" é justamente orientar os leitores - exemplificando e dando dicas - quanto ao amor. Ou seja, quando duas pessoas estão solteiras, o que nós precisamos é que haja amor próprio, para então emanar o amor, boa vontade, carisma entre outros até que realmente encontre um parceiro ou uma parceira; essa é a lei da vida. Mas não para por aí, depois que encontrar o seu par perfeito, use o ditado "Faça acontecer que eu faço valer a pena". Pois é! A pessoa já fez acontecer, certo? Agora, é você que poderá fazer valer a pena e dar cada dia mais certo, reinando o amor em ambos; isso vale tanto para mulher quanto para homem, uma vez que ambos são capazes de tomar iniciativas.

"Estar com alguém plenamente é um caminho de crescimento, um aprendizado. É a possibilidade de vencer o medo da entrega e de se conhecer no íntimo. Viver com alguém que se ama não é somente uma oportunidade de conhecer o outro, mas é também a grande chance de entrar em contato consigo mesmo."

Antes de qualquer coisa é preciso que tenhamos amor próprio, não importa se estamos solteiros, namorando, casados, viúvos e etc; independente do estado civil, o amor próprio é sempre a cura para a maioria dos relacionamentos. Ele salva o seu humor, e o do próximo, faz com que veja as coisas - principalmente as atribulações - de uma maneira diferente. Afinal, "calma, tudo há de se resolver". E quando ambos pensam assim, fica ainda mais fácil encontrar maneiras que possam amenizar a situação e ir contornando tudo o que estiver gerando todo o problema. Não existe fórmula para um casal perfeito ou um relacionamento duradouro, basta prevenir que certos problemas possam acontecer, estipulando regras e mostrando desde o começo o que você acha de 'tal coisa', e como lidaria com a situação caso viesse acontecer. Seja claro desde o começo. Não recue ao começar.

A rotina todos sabem que acaba se tornando cansativa, então nada melhor para relaxar que ser convidado ou convidar o seu parceiro para sair. Não importa o lugar, restaurante, bar, parque, shopping, zoológico, lagoa, ponto turístico, orla, um passei de bicicleta, ou qualquer coisa que vocês queiram. É bom sair às vezes para distrair um pouco, faz bem a saúde. Estar em contato com a natureza é ainda melhor, sem dúvidas. Isso é válido para quem pretende estar com os animais também. Quem sabe passar as férias na praia, nas montanhas... Que tal acampar? Tenha sempre ideias em mente, quando não tiver, invente. Todo mundo gosta de ser surpreendido com alguma novidade boa.

Converse, abra o jogo. Pergunte no que poderia mudar! O diálogo é a melhor forma de um casal entrar em consenso. É preciso saber o que o outro pensa a respeito de suas ações e atitudes, a final, senão ele, quem vai ser mais sincero quanto a seu respeito? Pessoas de fora costumam sempre falar o que queremos ouvir, poucas vezes são realista. É disso que precisamos. Gente que fale coisas para o nosso bem, e a pessoa mais adequada para isso é a esposa ou o marido, que vai de relação para relação.  

Sobre o Autor


Roberto Shinyashiki é médico-psiquiatra com pós-graduação em Gestão de Negócios (MBA - USP) e doutor em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP). Profundo conhecedor da alma humana, ele tem a capacidade de entender a realidade e as necessidades dos indivíduos, isso faz de Shinyashiki uma referência em temas como carreira, felicidade e sucesso.

Como consultor, palestrante e autor, Roberto Shinyashiki ministrou cursos de especialização nos EUA, na Europa e no Japão. Também participou dos congressos de desenvolvimento e treinamento mais importantes no mundo, palestrando inclusive no Congresso ASTD - American Society for Training & Development, nos EUA. 

A dedicação ao desenvolvimento de projetos sociais rendeu-lhe o prêmio "Hadge Capers", da Associação Internacional de Análise Transaci.

11 comentários:

  1. Respostas
    1. Não irá se arrepender de lê-lo, Luanna!

      Abraço

      Excluir
  2. Oi Wanessa!!

    Tenho este livro na minha estante, presente de uma amiga em um momento em que eu precisava amar um pouco mais. rsrs

    Comecei a ler, mas por N motivos acabei deixando-o de lado.... Obrigada pela dica, lembrei-me dele e vou retomar a leitura. (:

    Beijos!!

    http://escrev-arte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volta, sim, Nadja! Vale a pena. É muito interessante!

      Abraço

      Excluir
  3. Oi Wanessa!
    Não fiquei muito interessado no livro, por causa da sua proposta de leitura.
    Eu sei que ele pode ajudar em alguns pontos qualquer leitor, mas não seria o tipo de livro que eu buscaria ler no momento.
    Gostei de saber sua opinião e agora tenho uma noção mais ampla do que o livro aborda. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, não conhecia mas parece ser ótimo!
    Fiquei desejando ler..
    Beijinhos

    http://jeicinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Cacaraa, que legal!! Adoro o blog de vocês... bjss, Aline :D

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Wanessa,

    Não conhecia o livro e apesar de interessante não vai para a minha lista....abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a dica desse livro Wanessa... bjokas

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?