Cobertura do evento - LAAD Defence & Security 2013 | De 09 à 12 de abril de 2013

Sobre o Evento


LAAD 2013 é vitrine para inovações em Defesa e Segurança

Evento, que começou 9 de abril, e foi até o dia 12, no Rio Centro. Apresentou os mais modernos e avançados recursos para a proteção das Forças Armadas, Polícias, Forças Especiais e segurança corporativa, os visitantes puderam conferir também as novidades que vão de veículos aéreos não tripulados com tecnologia de ponta a equipamentos de visão noturna e através de paredes. Essas foram algumas das mais concorridas atrações de toda a feira.

Além de palco para negócios do setor de Defesa e Segurança, a LAAD Defence & Security 2013 tem sido vitrine para novidades tecnológicas. Dezenas de invenções da indústria, de veículos aéreos não tripulados (vants) - veja na imagem acima - a sistemas de visão noturna e através de paredes, podem ser observadas pelos visitantes da feira.

Balão de observação testado na Sapucaí 

Informações e imagens captadas pelo equipamento, chamado de Oasis, no evento foram  visualizadas em tempo real em diferentes pontos da feira. Ele ainda pode ser utilizado em grandes eventos, como as Olímpiadas do Rio de Janeiro.

Utilizado durante os desfiles das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro, o equipamento OASIS, fabricado pela ARES, empresa controlada pela Elbit Systems, voltou a ser utilizado entre de 9 a 12 de abril, durante a realização da feira, no Rio Centro. O equipamento, composto por um balão (aeróstato), um sensor eletro-óptico Micro Atena, unidade de ancoragem e reboque e a estação de controle em solo, estará exposto na área externa do Rio Centro, onde três dos quatro pavilhões foram locados para a realização do evento.

As imagens e informações captadas e geradas pelo sistema, respectivamente, serão transmitidas, em tempo real, pelos telões instalados no estande externo da Ares. Durante os últimos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial, dois balões auxiliaram a Polícia Militar do Rio a monitorar os acessos de entrada ao sambódromo. Na ocasião, o tenente-coronel e chefe de controle operacional da PM, Marcio da Costa Lima, destacou que o OASIS poderá auxiliar na segurança de grandes eventos, como a Copa das Confederações e réveillon.

A estação de controle em solo (Ground Control Station – GCS, na sigla em inglês), para onde todas as informações e imagens captadas pelo sistema serão transmitidas, também será instalada no estande externo da Ares na LAAD. A OASIS está equipada com câmera termal, câmera diurna colorida, telêmetro laser e designador laser. A tecnologia empregada na fabricação do sistema foi, produzida na fábrica da Ares, em Duque de Caxias (RJ), é capaz de detectar alvos humanos a seis quilômetros e a identificação e aquisição de alvos ocorre nas mais diversas condições climáticas verificadas durante o dia e a noite.

Segundo o gerente comercial, Fuad Kouri, a ARES oferece ainda soluções necessárias à comunicação entre o sensor eletro-óptico sustentado pelo balão, a unidade de ancoragem e reboque, a central de controle (GCS) e os Centro de Comando e Controle, como o que foi montado pela PM do Rio de Janeiro no sambódromo. “Oferecemos soluções completas e totalmente integradas para atender uma variada gama de necessidades de ponta-a-ponta”, disse.

O gerente observou ainda que que os equipamentos da família ATENA podem ser utilizados também em outras plataformas, como veículos aéreos não tripulados (VANTs), helicópteros, lanchas patrulhas e mastros retráteis. Os benefícios podem ser verificados também na autonomia do sistema, que é 72 horas, com interrupção de 30 minutos para reabastecimento de gás hélio; facilidade de transporte, uma vez que é transportado por um trailer rebocável; operação garantida com até 40 nós de velocidade e pode ser elevado até uma altura de 150 metros. Veja na imagem abaixo:


Créditos da imagem: Defesa Aérea & Naval
Sobre a ARES
A ARES conta com 85 funcionários, que trabalham na fábrica localizada em Duque de Caxias (RJ), onde são planejados, desenvolvidos, fabricados e realizados a manutenção de equipamentos para aplicações civis e militares, de acordo com as necessidades dos mercados nacionais e internacionais. A empresa está associada à Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE) e Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) e trabalha para oferecer soluções de alta qualidade, em linha com a legislação vigente e as normas de referência, nas áreas naval, aérea e terrestre.

Ainda no auxílio de monitoramento aéreo, a empresa brasileira Santos Lab lançou na LAAD um veículo aéreo não tripulado capaz de decolar na vertical e voar na horizontal sem perder altitude. Segundo a empresa, o equipamento com esta capacidade é inédito no mundo e também pode ser usado para auxiliar operações policiais noturnas. O vant, chamado de Orbis, é redondo, não tem asas, e foi feito com tecnologia nacional. Com 90 centímetros de diâmetro, pesa 1,5 quilo e funciona a bateria com autonomia de até uma hora e dez minutos.

A MBDA Missile Systems, com sede na França, trouxe para a feira o novo modelo de míssil guiado que deve equipar, nos próximos anos, helicópteros das Marinhas francesa e britânica. A nova tecnologia de busca de alvo, com uso de infravermelho, e de transmissão de dados do equipamento permite maior controle e segurança em relação aos modelos atuais. O piloto do helicóptero pode acompanhar por um monitor a trajetória do armamento após o lançamento e modificar seus comandos e direção até o momento do impacto com o alvo.


Da israelense Camero, uma das novidades é o sistema tático de imagens Xaver 400 - veja na imagem acima. O equipamento pessoal é pouco maior que um notebook e permite ao usuário ver através de paredes objetos e pessoas, estáticos ou em movimento, a até 20 metros de distância. A novidade pode ser usada por profissionais da área de Defesa e Segurança.

Também para auxiliar operações policiais ou de forças armadas, a Thermoteknix Systems apresenta na LAAD suas inovações na área de visão noturna. A empresa tem versões deste sistema em binóculos, óculos e câmeras que permitem a visão e a gravação de imagens em ambientes escuros.

Outra inovação é a da H2Life. A empresa brasileira lançou um equipamento capaz de transformar água contaminada - como de rios, lagos, chuva - ou até mesmo urina em potável, pronta para consumo humano e em acordo com as especificações de pureza estabelecidas por órgãos nacionais da área de saúde e saneamento. Confira a explicação abaixo:


Realidade virtual em simuladores é destaque na LAAD 2013

Fabricantes de aeronaves e a Marinha do Brasil trazem para a feira equipamentos que permitem aos visitantes experimentarem a sensação de pilotar seus veículos

Um dos destaques foram os simuladores apresentados na feira. Fabricantes de equipamentos e Forças dos setores de Defesa e Segurança trouxeram cabines de comando que permitem aos visitantes desfrutar da experiência de comandar missões ou mesmo pilotar veículos no ar, na terra ou na água, em um cenário de realidade virtual.

No estande da Marinha do Brasil, por exemplo, foi possível "comandar" o navio-patrulha Macaé, da esquadra nacional, em plena Baía de Guanabara. Com os instrumentos da ponte de comando da embarcação, o visitante pode realizar diversas manobras com o cenário virtual do Rio de Janeiro em uma tela côncava de 180 graus.

Os simuladores de voo também são sucesso na feira. Dois dos três fabricantes de caças supersônicos que concorrem na licitação para o fornecimento à Força Aérea Brasileira (FAB) trouxeram seus equipamentos de simulação que permitem pilotar virtualmente os novos aviões: a americana Boeing e a sueca Saab. O consórcio liderado pela francesa Dassault, que fabrica os caças Rafale, apresenta o jato apenas em vídeo no seu estande.


No espaço da Boeing, o simulador do jato F18 Super Hornet - conforme a imagem acima - chama logo a atenção de quem passa pela feira. A cabine conta com dois lugares (um à frente do outro) e, nela, se pode realizar quase todas as manobras e ações da aeronave, com dose grande de realidade. É possível, por exemplo, disparar mísseis contra alvos que aparecem na tela de 180 graus e até voar de cabeça para baixo, com as imagens do terreno que se está sobrevoando invertidas.



Já no estande da Saab, o jato que se pode "pilotar" virtualmente é o Gripen-NG - veja na imagem acima -, que também está na disputa para a venda à Aeronáutica do Brasil. A cabine do simulador desse modelo oferece um lugar apenas, mas também permite realizar quase todas as manobras do avião real, com o cenário de voo apresentado em tela de 180 graus.

Alguns tipos de simuladores são utilizados para treinamentos reais. A Helibrás (fabricante de helicópteros no Brasil) lançou na última quarta-feira, na LAAD Defence & Security, a pedra fundamental de seu prédio do Centro de Treinamento e Simuladores, que será construído no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

Sobre a Elbit Systems
A Elbit é uma empresa internacional de defesa que atua em uma ampla gama de programa por todo o mundo. A companhia, que inclui a Elbit Systems e suas subsidiárias, operam no desenvolvimento de sistemas, comando, controle e comunicação, computação, inteligência, vigilância e reconhecimento nos setores aeroespacial, terrestre e naval. A empresa atua ainda na produção de sistemas de veículos aéreos não tripulados (VANTs), eletro-ópticos, suítes, links de dados e sistemas de comunicação e rádios. A Elbit está focada também no aperfeiçoamento de plataformas militares existentes, desenvolvimento de novas tecnologias para defesa, forças de segurança e aviação comercial e fornecendo uma grande gama de serviços de apoio.

ARES e WINDWARD conduzem demonstrações ao vivo da capacidade de conscientização de domínio marítimo

Monitoramento de 1.000 embarcações navegando na zona econômica exclusiva brasileira em um ponto único no tempo, com mais de 150 cargueiros e mais de 80 plataformas e armazenamento e descarregamento de produção flutuante ativa nesta zona.

Créditos da imagem: Asas Meatálicas
Destinado às exigências de defesa e segurança marítima do Brasil, a ARES e a WINDWARD demonstram, na LAAD 2013 pela primeira vez na América Latina, o MarInt, um sistema analítico marítimo baseado em satélite para vigilância de grandes áreas. As demonstrações ocorrerão no estande E.60 sala 4 da ARES e fornecerá uma imagem da situação marítima real de atividade cobrindo a Zona exclusiva econômica do Brasil (EEZ).

A longa costa do Brasil propiciou ao país uma das maiores Zonas econômicas exclusivas do mundo, abrangendo mais de 3.600.000 km², e repleto de recursos valiosos. A magnitude e os desafios impostos pela arena marítima brasileira são quase inéditos resultando em programas marítimos e navais de larga escala tais como o Prosuper, Prosub e o SisGAAZ (Amazônia azul).

A ARES, uma subsidiária da Elbit Systems Ltd. oferece uma ampla gama de sistemas efetivos e comprovados e soluções para a “Conscientização de domínio marítimo’. Isso inclui sensores EO/IR de alto desempenho, sistemas SIGINT e EW, sistemas Marítimo e Land C4I, patrulha marítima UAS, pacote de missão para MPAs e soluções de infraestrutura de segurança abrangente e chave na mão. O conjunto versátil de sistemas navais corresponde às necessidades de instalações navais, em terra/alto mar e aéreas. A ARES também oferece configurações de comunicação integrada robusta e fornece suporte para os tomadores de decisão em todos os níveis de comando. Conjuntos de defesa naval de ponta, sistemas de armamento controlados remotamente, soluções de treinamento em terra e a bordo abrangentes e capacidade de integrar sistemas adicionais complementam a ampla gama de recursos navais disponíveis. A ARES, uma fornecedora naval brasileira, e a WINDWARD se juntaram para oferecer o MarInt no Brasil.

O MarInt mapeia a atividade marítima global em detalhes nunca vistos, baseado em dados coletados usando satélites comerciais, banco de dados de código aberto e outros sensores. Cobrindo qualquer área de interesse, independente da distância da costa, o MarInt fornece a conscientização do domínio marítimo sobre o litoral ou áreas de mar azul, para o monitoramento da EEZ, controle de pesca, análise de tráfego regional ou gerenciamento de tráfego portuário. Após a observação e reconhecimento dos padrões marítimos de rotina, o sistema executa uma análise de comportamento profundo em cada embarcação avistada na área de interesse designada para detector anomalias e comportamento suspeito que possa indicar atividades ilícitas. Assim, o MarInt permite que os tomadores de decisão deixem de se preocupar com 99% das embarcações em “situação regular” em suas águas e se concentrem no 1% de “encrenqueiros” potenciais.

A MarInt monitora mais de 1000 embarcações navegando na EEZ brasileira em qualquer ponto único no tempo, com mais de 150 cargueiros e mais de 80 plataformas e FPSOs ativos na EEZ, mais de 90 por cento delas em águas profundas (entre 40-150 milhas náuticas da costa). Um exemplo é a embarcação de perfuração Amaralina Star, operada pela Queiroz Galvão Óleo e Gás, a 160 milhas náuticas da costa do Rio de Janeiro, um dos locais de perfuração mais distantes da costa do mundo. Entretanto, como a indústria de óleo brasileira é ampla e distante da costa, os desafios de segurança significativos surgem desafiando a capacidade naval de reagir no tempo adequado às ameaças potenciais à medida que surgem.

Baseada em sua capacidade comprovada e em cooperação com a WINDWARD, a ARES oferece às autoridades brasileiras elementos de solução valiosos para a conscientização do domínio marítimo criando a capacidade de monitorar com eficiência vastas áreas do mar, assim como a capacidade de identificar embarcações que possam estar envolvidas em atividades ilícitas e os meios de reagir no tempo adequado.

Sobre a Windward Ltd.
A Windward é uma empresa global privada fundada por ex-oficiais navais, desenvolvendo uma tecnologia inovadora para o domínio marítimo. Nós acreditamos que com a introdução de sistemas de observação múltiplos e complexos via satélite, o domínio marítimo entrou na era da informação. Os governos e outras autoridades agora têm acesso a uma quantidade sem precedente de dados sobre as posições e comportamento de navios, criando uma necessidade urgente para a tecnologia analítica complexa para analisar com precisão a grande quantidade de informações obtidas e para tomar decisões significativas, confiáveis e acionáveis. Nós projetamos e criamos um sistema que torna isso possível.

LifePort ganha contrato de blindagem balística para equipar a Frota de Operações Especiais da Força Aérea dos Estados Unidos

A LifePort Inc. anunciou hoje que firmou um contrato com a área de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA (USAF) para equipar sua frota de helicópteros Sikorsky HH-60G PAVE HAWK™ com o Subsistema Avançado de Blindagem Balística (iBASS).  Após cinco anos de desenvolvimento em colaboração com a USAF, as entregas do sistema iBass devem começar este mês. A LifePort, empresa da Sikorsky Aerospace Services (SAS), é uma das principais companhias do setor de equipamentos para missões especializadas. A SAS, que presta serviços pós-venda, é uma empresa da Sikorsky Aircraft Corp., uma subsidiária de United Technologies Corp. (NYSE:UTX)


A divulgação foi realizada durante a LAAD - Feira Internacional de Defesa e Segurança, no Rio de Janeiro.

"A LifePort foi escolhida por sua reconhecida qualidade em engenharia, design e histórico de desempenho. Possuímos os recursos necessários para produzir estrados blindados para assentos de voo de acordo com as especificações rígidas da USAF, e somos a única empresa do mercado com essa capacidade," disse Dwayne Starnes, Diretor de Operações da LifePort.  "A frota de aeronaves HH-60G da USAF deve ser equipada com estrados de assentos com blindagem balística até o fim de setembro de 2013, aumentando muito a segurança das suas tripulações."

Em serviço para a Força Aérea dos EUA, o PAVE HAWK é uma versão do helicóptero UH-60 BLACK HAWK, da Sikorsky. Sua principal missão é o transporte e a recuperação de pessoal em operações especiais. O helicóptero é versátil e pode desempenhar várias missões, que incluem operações não-guerra como busca e regate, evacuação médica emergencial, ajuda em desastres, assistência internacional e atividades de interdição.

LifePort Inc. é uma das principais empresas de design e fabricação de equipamentos para missões específicas, especializada em sistemas médicos aéreos, blindagens de peso reduzido, componentes internos e equipamentos de refeitório para aeronaves de asas fixas e rotativas.

Sikorsky Aircraft Corp., sediada em Stratford, Connecticut., é líder global em projetos, fabricação e manutenção de helicópteros. Sua empresa, a Sikorsky Aerospace Services, projeta e implementa soluções avançadas de logística e cadeia de abastecimento para operadores de aeronaves de asas rotativas comerciais e asas fixas e rotativas militares. A United Technologies Corp., sediada em Hartford, Connecticut, fornece uma linha extensa de produtos de alta tecnologia e serviços de apoio para o setor aeroespacial e de construção no mundo inteiro.

As subsidiárias brasileiras da Elbit Systems, AEL Sistemas e Ares, apresentam uma vasta gama de sistemas e soluções para aplicações aéreas, terrestres e navais 

As subsidiárias brasileiras da Elbit Systems, AEL Sistemas S.A. (AEL) e Ares Aeroespacial e Defesa S.A. (Ares), contaram com uma impressionante linha da próxima geração de sistemas na Exposição de Aeroespaço e Defesa de 2013 na América Latina (LAAD), que aconteceu no RJ - Brasil. Uma ampla gama de soluções inovadoras demonstrou a liderança da empresa em modernos suítes aviônicos, incluindo interfaces de computador e visores inteligentes de alta definição, munições guiadas a laser, cargas úteis eletro-ópticas, links de dados digitais de alta velocidade, estações de armas controladas remotamente para veículos blindados e mais.

Elbit Systems está ativa no mercado brasileiro há vários anos e vê o Brasil como um mercado-chave para seu portfólio completo. Isso inclui uma grande variedade de sistemas, tais como: sistemas de torres não tripuladas para as Forças Terrestres do Exército Brasileiro, como parte do Projeto Guarani; sistemas aviônicos, sistemas de aeronaves não tripuladas, uma variedade de programas de modernização para a Força Aérea Brasileira e plataformas de aeronaves existentes da Marinha brasileira e o desenvolvimento de novas tecnologias para a defesa, bem como aplicações de segurança nacional.

Exército Colombiano contrata mais dois helicópteros S-70I™ BLACK HAWK

A Sikorsky Aircraft, uma subsidiária da United Technologies Corp (NYSE: UTX), anunciou na Feira que o Exército colombiano comprou mais dois helicópteros S-70i BLACK HAWK™ - conforme o da imagem abaixo. As duas aeronaves aumentarão o total de cinco helicópteros S-70i que chegaram no dia 30 de janeiro à Colômbia para se juntar à Divisão de Ataque Aéreo das Forças Especiais do Exército colombiano. 


"Agradecemos às Forças Armadas colombianas por sua confiança contínua na Sikorsky e na variante do helicóptero S-70i BLACK HAWK", diz Jennifer Caruso, vice-presidente de Programas de Exército e Força Aérea da Sikorsky. "Estamos satisfeitos por mais uma vez podermos responder rapidamente ao pedido de novas aeronaves."

Como as cinco aeronaves anteriores de multimissão, as duas novas aeronaves possuem sistema duplo de GPS / INS e mapas digitais para navegação precisa e maior conhecimento da situação. A aeronave será personalizada e equipada com uma grua de salvamento e um Sistema de Gestão Integrada de ‘Saúde’ do Veículo, que irá monitorar os motores, transmissão e rotores da aeronave. O contrato também inclui equipamentos de apoio, peças de reposição e treinamento técnico.

A previsão é que a aeronave seja entregue em outubro de 2013 e, em seguida, pilotada por tripulações colombianas para a base Militar Especial do Exército de Operação de Aviação em Tolemaida.

Vendido diretamente pela Sikorsky para agências governamentais e militares internacionais, o helicóptero S-70i oferece a mesma potência e desempenho de içamento da aeronave S-70M BLACK HAWK. O modelo S-70i pode ser facilmente personalizado pela Sikorsky para as necessidades específicas de missão, para inclusão de itens como radar, proteção balística, maca, tanques de combustível de maior alcance, içamento externo de resgate, gancho de carga, entre outras funcionalidades.

Obs.: A Colômbia é o primeiro país sul-americano a comprar a variante do helicóptero S-70i BLACK HAWK. A Polícia Nacional da Colômbia, a Força Aérea da Colômbia e o Exército colombiano também operam 96 helicópteros UH-60L BLACK HAWK.

A Sikorsky Aircraft Corp, sediada em Stratford, em Connecticut, nos EUA, é líder mundial na fabricação, design e serviço de helicópteros. A United Technologies Corp, com sede em Hartford, em Connecticut, nos EUA, fornece uma ampla linha de produtos de alta tecnologia e serviços de suporte para a indústria aeroespacial e sistemas de montagem e instalação em todo o mundo.

Comando de Aviação do Exército Brasileiro seleciona os rádios táticos aerotransportados da Rockwell Collins

A Rockwell Collins foi selecionada pelo Comando de Aviação do Exército Brasileiro para fornecer seu rádio Talon para diversas aeronaves rotativas.

"O Talon é o rádio padrão para permitir comunicações ar-terra seguras e irá melhorar a capacidade do Exército Brasileiro", disse Thierry Tosi, vice-presidente e diretor executivo para as Américas na Rockwell Collins.

Tosi acrescentou que, além de fornecer os rádios Talon, a Rockwell Collins fornecerá atendimento e apoio local para o Exército Brasileiro. "Trabalharemos junto ao Exército Brasileiro para fornecer a eles um alto nível de tecnologia de comunicação que os beneficie muito no futuro", acrescentou Tosi.

O rádio Talon da Rockwell Collins foi projetado para fornecer o melhor valor em recursos, tecnologia e capacidade de expansão. Essa série de receptores-transmissores apresenta uma arquitetura de rádio digital que permite a fácil reprogramação com diferentes formas de onda e modos de operação por meio do uso da tecnologia de processamento de sinais digitais.

Centro de operações em destaque

O Centro Integrado de Operações e Comando e Controle é um ambiente no qual são consolidadas as informações, voz e imagem que, aliadas aos conhecimentos operacionais existentes, formam a inteligência necessária ao gerencia­mento das operações e à tomada de decisão. Só na Rio+20, por exemplo, 5 mil ativos foram inventariados para monitoramento e controle (hotéis, restaurantes, vias, aeroportos, pessoas, etc.). A entrada da informação em tempo real pode ser por e-mail, SMS ou aplicativos colocados dentro do smartphone. Além disso, outras informações entram por meio de alertas de sistema.

“No tratamento dos riscos, é necessário inventariar todos os ativos, tratar, avaliar e criar bases de conhecimento. O centro de comando integra a mesa NOC Solutions, da Aeco; o X omnium Power Wall, da Bilfinger; o Software de Gerenciamento e Controle, da Comtex; o Módulo Risk Manager e o Proximex Surveillint, da Tyco. Juntos, esses equipamentos e soluções facilitam e automatizam o processo de gestão de riscos em tempo real, fornecendo suporte à tomada de decisões e facili­tando o desenvolvimento de estratégias para controlar e minimizar os riscos a níveis aceitáveis pela organização”, explica Fernando Nery, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Módulo.

A Tyco atua na proteção eletrônica de residências, condomínios e empresas com sistemas de monitoramento de alarmes em tempo integral, contando com equipes especializadas para coordenar e assistir ocorrências de risco como intrusões, roubos, coações, incêndios, pânico e emergências médicas. No Brasil desde 2001, a Tyco conta com clientes nas principais capitais do País e possui a mais moderna tecnologia em sistemas de monitoramento e alarmes. O atendimento aos clientes da companhia é feito 24 horas por dia, 365 dias por ano, sempre por profissionais treinados e especializados para agir seja qual for a ocorrência. Internacionalmente, a Tyco tem experiência de mais de 130 anos de atividade, é líder mundial no mercado de sistemas de monitoramento de alarmes com mais de nove milhões de clientes comerciais, residenciais e governamentais, dentre eles grandes redes de varejo, os principais aeroportos do mundo e o governo norte-americano.

Rockwell Collins completa Revisão Crítica de Projeto para o programa KC-390 e estabelece equipe de gestão no país para apoiar crescimento futuro

A Rockwell Collins, líder mundial em soluções de aviônica e comunicação para aplicações civis e militares, alcançou o marco mais significativo para o programa KC-390 com a conclusão bem sucedida de sua Revisão Crítica de Projeto (CDR) em fevereiro, realizada na instalação da Embraer em São José dos Campos, Brasil. 


A empresa também estabeleceu completamente sua gestão de programa e equipe de engenharia locais no Brasil. O time, que está totalmente dedicado ao programa KC-390, estará alocado na Rockwell Collins do Brasil e nas instalações da Embraer em São José dos Campos.


“A localização da nossa equipe de KC-390 com o cliente no Brasil contribuiu de forma significativa para completar o CDR a tempo. Estamos focados em trazer recursos adicionais para a região de forma a fornecer apoio dentro do país para o programa avançar”, afirma Thierry Tosi, vice-presidente e diretor-geral da Rockwell Collins para as Américas. “Temos expectativa de um contínuo investimento em criação de novos empregos, infraestrutura e tecnologia avançada no Brasil para apoiar o KC-390 e outros programas nos próximos anos”.

A Rockwell Collins também aumentou suas contratações em 35% no Brasil para trazer gestão de programas dentro do país, desenvolvimento de negócios, engenharia de sistemas e recursos de serviços para apoiar o programa KC-390. Parte deste crescimento é impulsionada por planos de produzir displays e painéis de controle do Pro Line Fusion com tecnologia de ponta – bem como montagem, teste e reparo de rádios de alta frequência (HF) – no Brasil.

Primeira aplicação militar dos aviônicos de Pro Line Fusion

O programa KC-390 marca a primeira aplicação militar do sistema aviônico integrado e altamente avançado do Pro Line Fusion®, que entrou no mercado de jatos comerciais em 2012. Isso representa grande parte do conteúdo que a Rockwell Collins possui em uma aeronave militar da Embraer.

Apesar do Pro Line Fusion ter sido lançado no mercado de sistemas comerciais neste ano, sua escalabilidade e flexibilidade o tornam altamente adaptável às necessidades do segmento militar. Por exemplo, no KC-390, o sistema será modificado para incluir o recurso de Visão Noturna e permitir que a Embraer exiba janelas de missão nos displays do Pro Line Fusion. A equipe também trabalha para integrar recursos de vídeo de sensores na aeronave aos principais displays, e um display adicional será alocado na estação de um membro da tripulação adicional, posição no deck de voo que promove a maior parte das funções de missão.

As principais funcionalidades do deck de voo do KC-390 incluem: cinco displays de cristal líquido (LCD) diagonais de 15 polegadas com alta resolução, Flight Management Systems (FMS) avançados com Wide Area Augmentation System que suporta Localizer Performance with Vertical guidance approaches (WAAS/LPV) e recursos de Required Navigation Performance (RNP), capacidades de planejamento gráfico avançado de voo, e um Information Management System (IMS) para gerenciar bases de dados e facilitar interatividade sem fio com infraestrutura terrestre. Funcionalidades opcionais incluem Integrated Flight Information Systems (IFIS) com tabelas eletrônicas e mapas aperfeiçoados e Synthetic Vision System (SVS).


Sikorsky associa-se a acadêmicos da Força Aérea Brasileira para ensinar tecnologia de helicópteros

A Sikorsky Aircraft Corp, uma subsidiária da United Technologies Corp (NYSE: UTX), anunciou hoje a assinatura de uma carta de interesse (LOI, em inglês) com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) para estabelecer uma Equipe de Inovação de Helicópteros. Classificado como uma das melhores universidades do Brasil em engenharia e áreas correlatas, o ITA é uma instituição do Governo Federal dedicada a oferecer educação de alto nível e pesquisa nas áreas de Ciência e Tecnologia Aeroespacial.

A Sikorsky Aerospace Services fez o anúncio durante a Feira Internacional LAAD de Defesa e Segurança no Rio de Janeiro

A colaboração vai acelerar o desenvolvimento de técnicos em helicópteros no Brasil, país cujo serviço militar já voa com helicópteros Black Hawk e Seahawk®, e vai aumentar a exposição dos helicópteros a alunos e professores. A Sikorsky irá fornecer orientação para ajudar nas aulas dos níveis de graduação e pós-graduação. Também irá apoiar a aquisição de hardware e software relevante para permitir pesquisa de helicópteros.

Como parte da colaboração, o ITA vai aumentar seu já robusto programa de engenharia aeroespacial para oferecer currículo relacionado a helicópteros, incluindo pessoal experiente para ensinar esta nova matéria, e vai fornecer apoio para o corpo docente e alunos para a pesquisa relacionada a helicópteros.

"Estamos muito satisfeitos em colaborar com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica no Brasil e ajudar na formação da próxima geração de líderes aeroespaciais. A Sikorsky comemora o seu 90º aniversário de inovação na aviação, e estamos animados em incentivar ainda mais a inovação e permitir o crescimento da inovação em helicópteros com um líder acadêmico reconhecido no Brasil", diz o Presidente da Sikorsky, Mick Maurer.

"Nós agradecemos a participação da Sikorsky em trabalhar conosco no crescimento do nosso currículo de educação para incluir design de helicópteros", diz o reitor do ITA, Carlos Américo Pacheco. "Estamos ansiosos para trabalhar com uma das maiores empresas de helicópteros do mundo, no ensino aos nossos excelentes alunos de engenharia".

A Sikorsky Aircraft Corp., sediada em Stratford, em Connecticut, nos EUA, é líder mundial na fabricação, design e serviço de helicópteros. A United Technologies Corp, com sede em Hartford, em Connecticut, nos EUA, fornece uma ampla gama de produtos de alta tecnologia e serviços de suporte para a indústria aeroespacial e sistemas de montagem e instalação em todo o mundo.

Sikorsky Aerospace Services lança centro de treinamento de ponta para BLACK HAWK na Colômbia

A Sikorsky Aerospace Services (SAS) anunciou a abertura de um novo Centro de Treinamento de Simulador de Voo de Helicóptero Black Hawk UH-60, na Base da Força Aérea Colombiana, em Melgar. O primeiro deste tipo na América do Sul, o centro oferece treinamento de pilotos e tripulação para as Forças Armadas colombianas e clientes militares da Sikorsky de toda a região. A Sikorsky Aerospace Services, negócio pós-venda da Sikorsky, está supervisionando os esforços de treinamento e suporte na Colômbia. A Sikorsky Aircraft Corp. é uma subsidiária da United Technologies Corp (NYSE: UTX).

A Sikorsky Aerospace Services fez o anúncio durante a Feira Internacional LAAD de Defesa e Segurança, no Rio de Janeiro

"Com a quarta maior frota mundial de BLACK HAWK, a Colômbia é um cliente de longa data e parceiro de valor estratégico", diz David Adler, Presidente da SAS. “Com base em suas necessidades de frota, a SAS continua a expandir os serviços de pós-venda nos países. No ano passado, nós dobramos a equipe de suporte de manutenção e ampliamos as capacidades para depósito de aeronaves danificadas em acidentes e batalhas. O novo centro de treinamento vai melhorar ainda mais a prontidão operacional das Forças Armadas colombianas, além de ser um marco importante que exemplifica nosso compromisso geral com os clientes da Sikorsky na América Latina."

O novo centro de treinamento oferece o único simulador na região para BLACK HAWK, com tecnologia full motion, alta fidelidade, equivalente ao Nível D FAA - a mais alta qualificação disponível atualmente. Equipado com tecnologia líder na indústria de movimento e controle de carga, ele oferece uma réplica altamente detalhada no cockpit de todos os controles e sistemas de aeronaves, incluindo sistemas visuais de campo amplo do exterior. Todos os componentes são montados em seis plataformas de movimento de graus de liberdade que respondem a movimentos de controle do piloto e fatores externos aerodinâmicos.

"Em novembro último, a Sikorsky Material Services, LLC, abriu um novo escritório em Bogotá, oferecendo ao Ministério da Defesa colombiano uma central de contato no país para gerenciar todos os aspectos do negócio com a Sikorsky", diz Frank DiPasquale, Vice-Presidente de Vendas e relacionamentos estratégicos da SAS. "Nós reconhecemos a necessidade das Forças Armadas colombianas de manter sua frota pronta para missões. Nosso objetivo é oferecer as capacidades e expertise de suporte de OEM diretamente onde nossos clientes operam”.

O simulador BLACK HAWK é abrigado em uma instalação para fins especiais. A supervisão do projeto é realizada pela Corporacion de la Industria Aeronautica de Colombia (CIAC), um provedor de suporte aeroespacial para o Ministério da Defesa colombiano. O centro de treinamento conta com uma equipe de pilotos de BLACK HAWK experientes, atuando como operadores do simulador, e pessoal de manutenção para manter o simulador em estado operacional ideal.

“O helicóptero BLACK HAWK é um componente integral para nós conseguirmos derrotar o narcoterrorismo. Nossa capacidade de manter um treinamento para pilotos no país é fundamental. À medida que o nosso relacionamento com a Sikorsky continua a evoluir, estamos satisfeitos em sermos parceiros neste esforço de treinamento”, diz o Brigadeiro General do Ar Guillermo León León, Gerente Geral, CIAC.
           
A Sikorsky Aerospace Services, uma empresa Sikorsky, fornece suporte abrangente para operadores de asa rotativa e fixa em todo o mundo. Ela oferece aos seus clientes militares e comerciais um portfólio completo de serviços de apoio, incluindo distribuição de material, manutenção, revisão e reparos, modificações de aeronaves e gestão de ciclo de vida. A Sikorsky Aircraft Corp, sediada em Stratford, em Connecticut, nos EUA, é líder mundial na fabricação, design e serviços de helicópteros. A United Technologies Corp, com sede em Hartford, em Connecticut, nos EUA, fornece uma ampla linha de produtos de alta tecnologia e serviços de suporte para a indústria aeroespacial e sistemas de montagem e instalação em todo o mundo.

Inmarsat anuncia novo serviço para o setor de defesa

L-TAC oferece sólida comunicação tática via satélite de baixo custo por meio de rádios militares já existentes

A Inmarsat, (LSE:ISAT.L), líder na prestação de serviços de comunicação global móvel via satélite, participou da LAAD – Defence & Security 2013 - o maior e mais importante evento do setor de defesa e segurança da América Latina, onde lançou novos serviços de comunicações táticas móveis “além da linha de visão” (Beyond Line of Sight - BLOS) para uma ampla rede de usuários governamentais através da exploração inovadora das capacidades de seus satélites L-band.

O L-TAC oferece uma função via satélite “tipo UHF” (ultra-alta frequência) para ser utilizado com rádios táticos UHF já existentes por clientes governamentais a baixo custo. A função tática de satélites UHF é muito procurada por clientes governamentais pela possibilidade de criar redes “Push-to-Talk Beyond Line of Sight” usando rádios táticos, portáteis ou instalados em veículos, helicópteros, navios ou outras plataformas móveis. 

O serviço L-TAC da Inmarsat complementa a função tática UHF existente, oferecendo funções adicionais quando o modo UHF estiver indisponível. A poderosa constelação de satélites Inmarsat-4 oferece essa funcionalidade ao redor do mundo com o benefício adicional de aceitar pequenas antenas para comunicação BLOS em trânsito.

Para acessar o serviço, é necessário apenas um pequeno adaptador de antena para o rádio tático existente, que substitui a antena UHF atual.  A Inmarsat uniu-se com o Spectra Group para desenvolver o adaptador Slingshot™, que deverá ser comercializado até o final do terceiro trimestre de 2013 na região.  Projetado especialmente para soldados, o Slingshot™ irá funcionar com rádios militares táticos já existentes e com o mínimo de treinamento, garantindo a comunicação BLOS sem a necessidade de infraestrutura adicional. O Slingshot™, que combinado com o aluguel dos serviços L-TAC da Inmarsat, é totalmente flexível e projetado para atender às exigências de segurança e confiabilidade com bom custo-benefício. O serviço pode ser contratado por um período fixo de tempo, com validade mínima de um mês.

Andy Start, presidente da Inmarsat Global Government, destaca que o L-TAC permitir aos militares exercer maior controle e comando através de rádios táticos já existentes a um custo realista com serviços de prazos curtos. “É um enorme prazer lançar esse novo serviço em parceria com a Spectra. Os benefícios operacionais do L-TAC para soldados em campo são enormes, oferecendo conectividade de baixo risco, altamente resiliente e fácil de usar, independentemente da infraestrutura local ou do terreno”.

Simon Davies, Diretor Executivo do Spectra Group, destaca ainda que “o serviço irá permitir que os governos ofereçam melhorias nas comunicações de rádio e via satélite sem investimentos altos. Em um momento em que os governos em todo o mundo buscam revisar os gastos militares, nossa oferta é bastante tentadora”.

Confira as imagens do evento clicando aqui!

4 comentários:

  1. Olá Wanessa,

    Gostei bastante dessa matéria, é bom conhecer um pouco mais das forças armadas, belo post, parabéns.....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Great blog you've got here.. It's difficult to find high-quality writing like yours nowadays.
    I seriously appreciate individuals likje you! Take care!!


    Feel free to visiot my website; where can i buy garcinia cambogia

    ResponderExcluir
  3. The results of day-to-day Cialis dosage amounts are positive and consumers do not need to
    worry about their usefulness. They can have standard sexual activity with their partners.
    The once daily Cialis dose can be taken without regard to timing of sexual intercourse.


    The use of daily Cialis serving will help improve erection in men who may have impotence problems troubles.

    It obstructs an enzyme that slows the entire process of blood
    vessels regulation in the penis. It reduces more slowly than other impotence problems treatment medicines within your body.
    Here is the main reason for the longer lasting outcome in your body.



    Also visit my webpage - cialis online

    ResponderExcluir
  4. Awesome blog you have here but I was curoous about if you knew
    of any user discussion foums that cover the same topics discussed in this article?
    I'd really love to be a part of onlinbe community where I can get suggestions ffrom other knowledgeable individuals that share the same interest.
    If you have any recommendations, please let me know. Kudos!


    my blog: buy silver in 2014 (blogspot.Hk)

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?