Resenha - Cruzando o Caminho do Sol

Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um... Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.



Ahalya, sentada ao lado de sua irmã, estava imóvel e parecia não acreditar no que estava acontecendo. Em um único dia, toda a sua família havia sido aniquilada pelo mar e ela e Sita tinham sido sequestradas. O que será que Chako e a mulher pretendiam com elas? Será que as outras moças já aviam sido aprisionadas aqui, ou seria essa a primeira vez? Ahalya lembrou que Kanan havia recebido uma comissão do homem gordo, o que sugeria que eles já haviam feito isso antes. Mas por quê?


"A história é convincente, mas a mensagem que passa é ainda maior, deixando uma marca em todos aqueles que pegam o livro. Os leitores irão lamentar as injustiças descritas e celebrar os títulos, até mesmo depois de ler a última página." Library Journal


Um livro de ficção, que, expressa todos os sentimentos possíveis em um ser humano. Tiveram momentos no qual eu chores? Sim! Mas com razão. As meninas eram muito maltratadas. E, não só no livro ou na Índia, mas como em todo o mundo, sempre aconteceu isso. Sou por demasiado fã de ficção. Porém, não conhecia o autor até então. Confesso que fiquei estupefata com sua escrita. Excepcional!
Não consigo entender como os homens podem ser tão cruéis uns com os outros. Realmente não entendo isso. Seria por falta de.. não digo "religião" em si, mas, fé? 
Cenas de crueldade rolam soltas no livro. Mas, que por fim, nos passa uma grande lição de moral, e de vida.
O livro tem uma amarração e um desfecho incrível. O enredo então, nem se fala. Entrou para a minha lista de favoritos, sem dúvidas. E digo mais, o skoob vai bombar. Sucesso ao livro, e, ao autor!



Corban Addison é formado em direito e engenharia da Universidade Politécnica da Virgínia e da Califórnia State University, San Luis Obispo. Ele começou a experimentar com a escrita com a idade de 15, quase ao mesmo tempo, ele desenvolveu um interesse em viagens internacionais. Seus primeiros trabalhos foram em sua maioria ensaios, reflexões e cinematográficas, mas seu verdadeiro amor era ficção. Durante oito anos ele procurou por uma história com asas. No final, a história encontrou.
No verão de 2008, a esposa de Addison deu-lhe uma idéia que ele achava irresistível, um romance sobre o comércio global em seres humanos. Apesar das crescentes exigências da carreira e família, ele embarcou em uma odisséia que o levou à Índia e Europa e nos corredores do poder em Washington, DC Em mergulhando no mundo da escravidão moderna, ele passou um tempo com especialistas e ativistas no campo e foi encoberto nos bordéis de Mumbai para atender vítimas de tráfico em primeira mão.
Fora desta viagem,  Cruzando o Caminho do Sol nasceu. É um romance que reúne três grandes paixões de Addison histórias, direitos humanos e do mundo e suas culturas em uma narrativa que ilumina ao mesmo tempo que entretém. Addison é um defensor de causas internacionais de justiça, incluindo a abolição da escravidão moderna, e ele está empenhado em ampliar esse apoio através da publicação de Cruzando o Caminho do Sol.

19 comentários:

  1. Wa que resenha!
    Já tinha visto esse livro, mais não sabia que a história seria assim, fiquei demaisiada, quero muito lê-lo, espero que eu possa ler logo, para que eu tenha a oportunidade de apreciar essa obra!

    Beijos :*
    Natalia. http://www.musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro ler e suas resenhas são Ótimas!
    Obrigada pelas visita no meu blog, seguindo aqui também... Bjão!

    http://femininaessence.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa que legal seu blog, nunca vi um parecido!
    muito diferente :)

    beijos mil, seguindo de volta OK

    www.simplesevaidosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que resenha legal em! Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas pelo o que eu li ele parece ser muito bom!
    Já estou seguindo de volta flor!

    Bjs

    http://magicmih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Este livro parece ser uma linda história.
    Flor já acompanhamos o blog a algum tempo! Parabéns pelo blog.
    Apareça mais vezes lá no PF ^^

    ResponderExcluir
  6. Amei seu blog flor! Eu A-M-O ler! Ibclusive estou até pensando em abrir uma seção leitura lá no blog, gosto de ser bem eclética! rsrs Bjoks flor!

    mundodevioleta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. oi flor primeiro quero agradecer pela visitinha lá no meu bloge dizer que já estou seguindo tbém! ameii seu blog e amo tbém ler! se voc~e quiser me passe seu email que eu faço a resenha de um livro super legal de adolescente que eu estou acabando de ler ! e so ir lá no meu blog parasemprebemvestida.blogspot.com e tem no menu uma pagina de contato ai tem o link do meu email ai vai abrir outra aba já no seu email na caixa para vc escrever já com o endereço do meu email! então se quiser estou a disposição!

    ResponderExcluir
  8. Estou muito ansiosa para ler este livro. A sinopse me deixou arrepiada e quero muito conhecer a escrita deste autor tão jovem. Infelizmente o que ele aborda neste livro não é apenas uma estória que ele inventou, há tantas mulheres, crianças que sofrem abusos e são obrigados a se tornarem escravos para não serem mortos. É uma realidade muito triste e as vezes muito bem escondida, acho que esse é um dos principais atrativos deste livro o fato de ele expor tudo aquilo que muitos sofrem, mas que poucos se importam.

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  9. Gosto de livros sobre a Índia quero muito ler esse.
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Gostei da dica, deu curiosidade
    Bom final de semana
    Beijos coloridos!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, que resenha fantástica!
    Confesso que nem conhecia o livro, mas agora fiquei com uma baita vontade de ler!

    Flor, obrigada por visitar e seguir meu blog! Volte sempre, viu?
    E já estou seguindo o seu! Adorei sua forma de escrever!

    Beijos
    http://meninamoderna-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. O livro parece ser muito bom...
    http://primeirapessoa-dosingular.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu adorei seu blog.
    Quer entrar para a equipe do blog Sobre Tudo Um pouco?
    Visita o blog para saber mais informação.
    http://subretudoumpouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Adorei saber um pouco mais sobre o livro... Muito bom!
    Gostei também, de saber um pouco mais deste autor, pois agora todos falam deste livro...
    Muito BOM, adorei! (;

    @Jader_Monteiro
    http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. puxa a trama desse livro parece ser bem interessante.
    No final do post ja da vontade de saber o que vai rolar
    :D
    sabrina
    terejour.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. passei pra conhecer seu Blog e já me tornei seguidora.. espero sua visita no meu Blog
    http://www.rosy-artesdarosy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Obrigada pelo comentário querida :)

    http://ohiwishblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Parece interessante
    bjos
    http://www.alfinetesdemorango.com

    ResponderExcluir
  19. Cada vez que vejo algo sobre este livro, minha curiosidade aumenta!

    Acho que vou acabar comprando-o.

    Um beijo

    ResponderExcluir

O que você achou da postagem?